quarta-feira, 9 de outubro de 2019




Como não podia deixar de ser vamos continuar a dar-vos notícias dos trabalhos desenvolvidos pelos Surdos Fixes e atualizar-vos das novidades.

Este ano concentramo-nos quase todos na mesma escola e é muito bom podermos estar sempre a ver-nos e falar uns com os outros.

É frequente passarem por nós e verem-nos a falar em Língua Gestual Portuguesa uns com os outros pois, como todos vocês já devem saber, é a nossa língua materna e é a que usamos preferencialmente para comunicar.

Em breve começaremos a fazer publicações acerca do que temos feito e dar-vos novidades do Projeto "Todos Surdos"!


Até breve!


segunda-feira, 3 de junho de 2019



A equipa da Biblioteca organizou uma sessão de cinema para os alunos de 6ºano na Escola Secundária.
Mas, antes de ver o filme, a professora Graça Parreira contou-lhes um pouco da história e da ligação ao meio ambiente.
No dia do filme foram acompanhados pela Diretora de turma e pela intérprete e estiveram muito interessados.
Na semana seguinte, na aula de apoio fizeram um pequeno resumo que resultou nuns pequenos videos que seguem a seguir. 







Professora Carla Louro
Intérprete Dina Coelho
Alunos Nuno e Teresa, 6ºano


sábado, 25 de maio de 2019




Na aula de Educação Visual, o 6ºG fez uma pesquisa acerca dos monumentos da cidade de Portalegre.

Cada um dos alunos escolheu dois, representou-os em desenho e de seguida criaram postais!

Conseguem reconhecer estes locais emblemáticos da nossa cidade?






Professora Rosa Luz
Intérprete Dina Coelho
Alunos: Teresa, Ana e Nuno

quinta-feira, 16 de maio de 2019




Visita de Estudo à Igreja do Bonfim

No dia 27 de março de tarde, nós os alunos surdos fomos visitar a igreja ao lado da nossa escola com o professor de Português e com a intérprete Dina.


A igreja chama-se Bonfim tal como a avenida. A arquitetura da igreja é do estilo Barroco. Passou a ser protegida pela esposa de João V de Portugal e passou a ter o título de "Real Igreja do Bonfim".
Visitámos várias partes do monumento onde a nossa guia explicava a história, onde ficamos a saber que D. Álvaro Pires de Castro Noronha, bispo de Portalegre nomeado por D. João V, lançou a primeira pedra para a sua fundação, em 21 de dezembro de 1721.
Foi outrora centro de romarias e atualmente realizam-se as festas do Senhor do Bonfim, no último domingo de setembro.
A Igreja irá ser restaurada de novo, brevemente.





Professor: Eduardo Dinis
Intérprete: Dina Coelho
Alunos: Catarina Nunes e Alice Rabaça


segunda-feira, 13 de maio de 2019




     Na disciplina de Física e Química, o Miguel fez algumas atividades experimentais. 
     Hoje vamos mostrar-vos a preparação de uma solução aquosa de Sulfato de Cobre.




Este é o procedimento:


  1. Num gobelé limpo e seco, pesou-se o sulfato de cobre.
  2. Juntou-se a água e agitou-se para dissolver todo o sólido.
  3. Transferiu-se a solução obtida para o balão volumétrico.
  4. Juntou-se água até à marca do balão, agitando para homogeneizar a solução.
  5. Repetiu-se o procedimento com outro peso.

Aluno: Miguel Lopes
Professora: Assunção Feiteira
Intérprete de LGP: Cláudia Pedreira


domingo, 5 de maio de 2019



Hoje é um dia muito especial para todas as mães!

Todos os nossos meninos desejam um dia muito feliz às suas mães.  

Alguns resolveram fazer um filme para comemorar o dia com as mães. O filme tem a música preferida de cada mãe.


MÃE DO NUNO...



MÃE DA ANA...




MÃE DA TERESA...




MÃE DO MIGUEL...


Professora Carla Louro
Interprete Dina Coelho

Alunos: Ana, Teresa, Nuno E Miguel


quinta-feira, 2 de maio de 2019



Na aula de Português a Catarina e a Alice planearam uma viagem de sonho que gostariam de fazer um dia. Pesquisar, roteiros, preços e imaginaram como seria. 
Vejam o trabalho feito pela Catarina.


Viagem inesquecível à Finlândia

  •           Viagem: Finlândia – 8 dias, 244€

  •    Visitar “parques nacionais perfeitos” como por exemplo: Lagos Cristalinos, florestas sempre verdes e renas selvagens; Andar de caiaque, mergulhar no gelo ou entrar na sauna e ver as auroras.





"Queria realizar o desejo de viajar de Inter Rail com 3 amigos, quando assim que eu juntasse dinheiro até ao máximo que conseguir para puder viajar para fora do país. Não seria muito caro, cada pessoa pagava para 8 dias, um total de 244€. 


Íamos à Finlândia, dividíamos o que queríamos comprar de comida para levar; há comboios noturnos, o que seria uma boa maneira de poupar dinheiro, podíamos dividir dinheiro entre todos (esforçar para cada pessoa dividir o seu dinheiro) para que não custasse muito; sendo assim dormíamos melhor, mais confortáveis e apesar de não ser as condições ideais.
Seria muito interessante para mim fazer uma viagem de Inter Rail, tenho curiosidade em conhecer sítios novos.
Onde eu mais queria ir era à Finlândia para puder conhecer sítios que me permitiriam conhecer sitios inesquecíveis, visitando “parques nacionais perfeitos” como por exemplo:
Lagos cristalinos, florestas sempre verdes e renas selvagens, andar de caiaque, mergulhar no gelo ou entrar na sauna e ver as auroras."








Catarina
Intérprete Dina Coelho
Professor Eduardo Dinis


quinta-feira, 25 de abril de 2019



Na disciplina de História, um dos conteúdos programáticos abordado foi o 25 de abril e, como foi uma data que assinalou uma grande mudança para o nosso país, não poderíamos deixar de partilhar convosco o que a Márcia aprendeu na aula. 





Aluna: Márcia Pedroso
Professora: Rosária Peixe
Intérprete de LGP: Cláudia Pedreira

quarta-feira, 24 de abril de 2019


20ºDESAFIO SEMANAL DE TIC:

Aprende duas palavras em LGP 


E como a Páscoa acabou há pouco tempo... Já sabias dizer Páscoa em LGP? E coelho?
Aprende estas palavras e quando te juntares com a tua família podes ensinar como se dizem em LGP :)

Esta semana as palavras selecionadas foram:

Páscoa

Coelho






Professora: Laura Chagas
Professora de LGP: Adriana Monteiro

quinta-feira, 18 de abril de 2019


19ºDESAFIO SEMANAL DE TIC:

Aprende duas palavras em LGP 


Nesta interrupção letiva, alguns alunos, vão passar muito tempo com a família e vão brincar com os primos, por isso, pedimos para a prender as palavras primo e prima.

Esta semana as palavras selecionadas foram:

Primo

Prima




Professora: Laura Chagas
Professora de LGP: Adriana Monteiro

quinta-feira, 4 de abril de 2019


18ºDESAFIO SEMANAL DE TIC:

Aprende duas palavras em LGP 


O desafio de LGP esteve parado umas semanas mas, não se preocupem, estamos de volta e cheios de vontade de aprender palavras/frases novas! :)

Esta semana as palavras selecionadas foram:

Desporto

Dia do Pai



Professora: Laura Chagas
Professora de LGP: Adriana Monteiro

segunda-feira, 1 de abril de 2019



"Na aula de ciências, tivemos a oportunidade de ver e manusear os órgãos do sistema respiratório de um mamífero (porco).
Foi muito engraçado, pois nunca tínhamos feito algo do género.
Chegamos às seguintes conclusões: 
- A laringe é dura, lisa e é na laringe que se localizam as cordas vocais.
- A traqueia é flexível.               
- Os pulmões são dois, parecem esponja, são de cor vermelha e têm muitos tubos e são elásticos.


Esta atividade foi importante para a consolidação dos conhecimentos adquiridos anteriormente.



6ºG
Professora Fátima Conchinha
Intérprete Dina Coelho"


quarta-feira, 27 de março de 2019



O livro “ Cão como nós”, de Manuel Alegre, 
foi lido na aula de Português, no projeto de leitura.





O livro fala-nos da relação que Manuel Alegre tinha com o seu cão chamava-se Kurika e era um spaniel épagneul-bretone. 
Era um cão muito especial porque parecia que não queria ser cão mas uma pessoa. O cão copiava ao dono os gestos, era desobediente, só fazia disparates, amuava como as crianças. Mas era o seu melhor amigo. Este cão era um membro da família.






 É um livro fácil de ler porque é pequeno e com muitos capítulos breves. O vocabulário é fácil. E a história é interessante. Chegamos ao fim deste livro a gostar muito deste cão. Quem tem cães é fácil de perceber o amor que temos por eles e eles por nós. Eu aconselho a leitura deste livro.




     
  • Manuel Alegre de Melo Duarte nasceu em Águeda a 12 de Maio de 1936 é um poeta e político português.
  • Foi opositor do regime salazarista e esteve exilado na Argélia durante o período do Estado Novo. É membro destacado do Partido Socialista português, partido do qual foi fundador e Vice-Presidente e pelo qual é deputado na Assembleia da República.
  •  Estudou Direito na Universidade de Coimbra. Cumpriu o serviço militar na Guerra Colonial em Angola. Nessa altura, foi preso pela polícia política (PIDE) por se revoltar contra a guerra. Paralelamente à carreira política, produziu larga obra literária que lhe conferiu notoriedade dentro do país, destacando-se sobretudo a sua obra poética. Nunca chegou a concluir a licenciatura em Direito.
  •  Recebeu numerosos prémios literários entre eles o Prémio Pessoa em 1999. Em 2005 é académico correspondente da Academia das Ciências de Lisboa.
  • Também recebeu o primeiro prémio do Festival RTP da Canção, com seu poema “Uma flor de verde pinho”, musicada por José Niza e cantada por Carlos do Carmo, vencendo canções de Ary dos Santos.
  • Foi Secretário de Estado da Comunicação Social e Porta Voz do 1.º Governo Constitucional. Concorreu em 2004 às eleições internas para Secretário-Geral do PS, tendo perdido para José Sócrates.

Aluna: Márcia
Professora: Graça Galrão
Intérprete Cláudia Pedreira


sexta-feira, 22 de março de 2019




No dia 20 de fevereiro partimos de Portalegre às 7:00h da manhã de autocarro junto com as turmas 11ºA e B, com os professores de Português e de Filosofia e acompanhados com a intérprete Adriana.
         Fizemos uma paragem em Penela, para tomarmos o pequeno-almoço e irmos à casa de banho. No fim de fazermos essa paragem fomos logo diretamente para Coimbra. Assim que chegamos, fomos à Faculdade de Letras, enquanto o professor de Filosofia foi comprar os bilhetes para podermos entrar na Faculdade de Direito. ÀS 10:45h da manhã, entrámos todos pela porta férrea, aí ficámos a saber que a porta Férrea era feita de ferro, porque a Universidade era uma espécie de fortaleza na qual, os estudantes se refugiavam.
 Tínhamos uma guia à nossa espera que deu um aparelho e uns fones aos nossos colegas e professores ouvirem as suas explicações, enquanto a intérprete fazia a tradução.
Primeiro entrámos na sala dos exames dos doutores, passamos por salas onde estavam colocados os quadros dos reitores, de seguida fomos à prisão académica onde ficámos a saber que quem estudava lá, aqueles que se portavam mal tinham que passar pelo menos uma noite na prisão depende da gravidade. Subimos umas escadas para ver a Biblioteca Joanina a qual foi mandada construir do João V em estilo barroco. Ficámos espantados ao passar pelo corredor e olhar para os livros antigos; também ficámos a saber que aí mora uma colónia de morcegos para durante a noite protegerem os livros.
 Por último, fomos ver a capela real de São Miguel, onde ficámos a saber que os professores, funcionários e os alunos atuais e exs. podiam lá casar.
À saída da Faculdade de Direito pela porta Férrea, descemos pelas escadas do quebra-costas de Coimbra até à baixa onde existem uma variedade de lojas. Às 13:00h, era hora do encontro no Largo da Portagem.
Almoçamos num jardim junto ao rio com os nossos colegas e os nossos professores foram almoçar a um restaurante. Entretanto, como faltava algum tempo, fomos tirar fotos. De tarde, fomos todos diretamente para a Igreja de Santa Cruz, onde entramos para ver a estátua do nosso 1º rei de Portugal.
Quase no final da visita, antes de irmos para o centro comercial (Forum), atravessamos a Ponte Santa Clara. Aí comemos um gelado na companhia da intérprete Maria Seixas, que neste momento trabalha em Coimbra.
Chegámos a Portalegre por volta das 20:15h.
Gostamos imenso desta visita de estudo porque ficámos a ter mais conhecimento sobre a história da Universidade e da cidade de Coimbra e o que mais nos marcou foi a Biblioteca Joanina porque além de ser muito bonita tem muitos livros antigos.






Professores Responsáveis:

Carlos Geraldes
Eduardo Dinis

Intérprete de LGP:

Adriana Campos


terça-feira, 19 de março de 2019



Hoje é um dia muito importante: O DIA DO PAI!

Esta publicação é para todos mas é especialmente para os pais dos nossos meninos! 



quinta-feira, 14 de março de 2019


Há 28 anos, a 22 de janeiro de 1991, um grupo de Intérpretes fundou a primeira associação de Intérpretes de Língua Gestual Portuguesa em Portugal. Desde então a profissão tem ganho cada vez mais destaque na sociedade devido à sua importância no acesso à informação pela pessoa surda.
O Agrupamento de Escolas do Bonfim conta, atualmente, com 4 intérpretes de Língua Gestual Portuguesa (LGP) que, diariamente, traduzem as aulas dos alunos surdos do distrito e permitem o seu crescimento pessoal e intelectual.
Para assinalar a data e como Projeto Interdisciplinar no âmbito dos Domínios de Autonomia Curricular (DAC), a professora de Espanhol, Ana Duarte, a professora de LGP, Adriana Monteiro e as intérpretes prepararam ao longo do mês de janeiro a interpretação da música espanhola Madre Tierra, do cantor Chayanne, ensinando aos alunos do 7.ºB como “se canta” em Língua Gestual Portuguesa.
No decurso do referido mês, durante as aulas de Espanhol, os alunos do 7ºB e o aluno Miguel Lopes, do 7ºF, que integra a turma dos colegas nas disciplinas de educação física, TIC, Cidadania e educação visual, prepararam-se para surpreender a Comunidade Escolar com um flash mob na sala de convívio da Escola Mouzinho da Silveira, no dia 22 de janeiro. O flash mob foi protagonizado pelos alunos das duas turmas (7ºB-F) , pelas intérpretes de LGP e pela professora Adriana Monteiro.
A atividade insere-se no Projeto “Escola Feliz” no âmbito dos DAC, das turmas de 7º ano. Este Projeto tem por base os Princípios, a Visão e os Valores definidos no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e conta já com algumas atividades desenvolvidas e outras em desenvolvimento.
Todos os alunos demonstraram sempre muito interesse em aprender gestos e em poder comunicar com o Miguel. Este ano, inclusive, alguns deles participam no “Desafio Gestual”, desenvolvido durante as aulas de TIC com a professora Laura Chagas, onde aprendem alguns gestos.
Numa época em que a palavra inclusão é tão usual, torna-se preponderante dar voz aos alunos que denotam vontade em aprender Língua Gestual e comunicar com os pares surdos, fazendo com que estes se sintam efetivamente incluídos e integrados numa escola
acessível e inclusiva.

Ana Duarte, Adriana Campos, Cláudia Pedreira, Dina Coelho, Natália Roriz